qui/05/20
o sócio

4 lições que O Sócio, de Marcus Lemonis, nos ensina

Imagina só se, no meio da crise, um bilionário especialista em negócios se oferecesse para ser seu parceiro. Pois essa é a premissa de O Sócio, o reality show mais caro e mais rentável do mundo que estreio este ano na TV aberta brasileira.

Entre as cinco temporadas apresentadas, o empresário Marcus Lemonis está em busca de multiplicar sua fortuna salvando negócios à beira da falência. 

Não é de se espantar que o programa é um celeiro de aprendizados para quem empreende, inspirando diversas áreas e segmentos no mundo todo. 

Já que mostra a realidade da gestão competente, o universo mostrado em O Sócio pode servir como uma fonte de inspiração tanto para quem já possui um empreendimento quanto para quem tem ideias e deseja abrir um negócio.

Afinal, estamos falando de um apresentador que não engana na tela, mas que investe dinheiro do próprio bolso e fatura milhões de dólares reestruturando empresas com o potencial sufocado pelas dificuldades. 

Separamos uma lista com as 4 maiores lições que podemos extrair desse reality show. Continue acompanhando!

1. O poder do diagnóstico corporativo

Se você acompanha o programa, já deve ter notado a facilidade com que Marcus Lemonis identifica os pontos fortes e fracos de uma empresa, entendendo aquilo que precisa ser trabalhado para o negócio possa voltar a dar certo.

Essa habilidade que chega a ser impressionante não é fruto de uma mágica nem um truque televisivo. Ela pode ser conquistada com a prática de realizar o diagnóstico corporativo, valorizando o poder dessa ferramenta.

Um empreendimento em crise precisa ter todos os processos mapeados, desde os mais simples aos mais complicados. De outra forma, não será possível enxergar os reais gargalos que travam a cadeia produtiva.

O que se vê no programa bem editado é um visionário que valoriza o procedimento de identificação dos problemas virando o empreendimento ao avesso para encontrar os buracos por onde o dinheiro, tempo e esforços continuam vazando.

Da mesma forma que um médico precisa investir tempo de qualidade no diagnóstico do paciente, fazendo as perguntas corretas, colocando a mão na massa e conhecendo soluções que serão receitadas, o empreendedor deve se atentar para recuperar o seu negócio.

Se achar que já sabe onde está o problema e ignorar uma análise mais minuciosa, você poderá queimar etapas e até mesmo se colocar acima do que você é como profissional. Por isso, tenha humildade e paciência para valorizar as primeiras partes.

2. A importância da consultoria

Em O Sócio, os empregos, fortunas e famílias não fazem parte de um jogo falso. Trata-se de um retrato midiatizado da realidade. Afinal de contas, não é muito difícil encontrar pessoas que investiram tudo que tinham em ideias que começaram bem, mas, em algum momento começaram a afundar.

Nesse sentido, podemos ver ressaltar na tela o quão fundamental é contar com o auxílio de quem entende de gestão. Atuar ao lado de um consultor é um passo essencial para quem empreende, independente da quantia de dinheiro que se tem a investir.

O que vemos nesse reality show são pessoas que encontram uma brecha no mercado que pode ser suprida. Então elas empregam suas forças e começam a faturar. O lucro vai aparecendo aos poucos e o empresário cria a ilusão de que não precisa de apoio para ganhar dinheiro.

Nesse erro, caem os dois. Empresário e empresa. Má administração, furos na gestão contábil, falta de organização, processos rasos, mão de obra incapaz, e por aí vai…

Lemonis entra no jogo com toda a sua expertise e cria um verdadeiro choque de administração reestruturando os procedimentos errôneos. Tudo bem, é muito provável que você não possa contratar um profissional do mesmo calibre. 

No entanto, o mercado possui muitos profissionais com conhecimento e experiência que podem te auxiliar em áreas que você desconhece. Sem contar com as opções mais econômicas que o próprio Governo oferece, como cursos de capacitação e apoio de instituições como o Sebrae. Vale a pena reconhecer que a ajuda é bem-vinda.

3. A técnica 3P em O Sócio

A gestão simplificada é uma das grandes armas utilizadas por Marcus Lemonis no programa, independentemente da complexidade do produto. Clareza e objetividade são denominadores comuns entre os episódios, onde fica claro que o empresário utiliza o princípio do triplo P antes de tomar decisões. Vamos entender melhor a abordagem para cada uma das três palavras que se iniciam com essa letra específica.

Pessoas

Gerenciar o capital humano de uma empresa com eficiência é uma das atividades mais recorrentes em todas as temporadas. O Sócio faz questão de frisar a necessidade de manter os colaboradores certos operando nos lugares certos.

Processos

Não há espaço para falhas e, caso sejam identificadas, precisam ser avaliadas e solucionadas de imediato. Seguindo os passos de Lemonis, todos os processos precisam funcionar com consistência, tornando o sistema orgânico empresarial o mais sadio possível. 

Para isso, cada etapa deve ser controlada e monitorada. Esse fluxo tem que ser previsto no planejamento estratégico e é fundamental para o sucesso do empreendimento

Produtos

O programa também nos mostra que a qualidade está ligada à satisfação do cliente quanto ao produto comprado. Por isso, o empresário verifica com cuidado os produtos de cada empresa que conhece.

Se o item não se encaixa na demanda atual da sociedade, ele não está pronto. Muitas vezes, a ideia é excelente, mas o valor não é compatível com o público. Nesse tipo de caso, é imprescindível repensar a mercadoria até que ela esteja alinhada com o mercado.

4. A adaptação diante de um cenário de transformações

A adaptação às mudanças pode ser um problema para a maioria das pessoas. Mas como seria possível receber um resultado diferentes se as práticas continuam as mesmas?

O programa O Sócio representa uma quebra com muitos paradigmas ligados à resistência e ao apego, fazendo com que as pessoas envolvidas aprendam a pensar fora da caixa.

A ajuda do sócio está bem longe de ser apenas uma injeção monetária. Trata-se de uma proposta reformuladora que vai requerer desejo por conhecimento, reconhecimento dos erros e adaptação.

Finalmente, uma das filosofias de Lemonis é de que os empresários precisam, antes de tudo, olhar para si mesmos e refletir se eles próprios representam os motivos pelo fracasso de seus empreendimentos. Sem essa consciência honesta e íntima, é impossível estar pronto para mudar.

Gostou da nossa análise sobre O Sócio? Que tal conferir nosso post com 6 passos que você deve seguir para ser um milionário? A resposta para os seus sonhos pode estar a um clique de distância.

DICA:

Encontro várias pessoas desejando encontrar O Sócio para ajuda-las salvar a sua empresa, muitas vezes a ajuda esta em suas mãos, confira se você esta seguindo os seguintes conceitos: Pessoas, Processos e Produtos como o Marcus sempre comenta em seu programa, estas mudanças em seu negocio podem salvar a sua empresa.

Facebook Comments

Sobre Osmar Lopes

Osmar Lopes
Osmar Lopes, atualmente CEO na empresa o Rei das Alianças, criou o blog O Sócio com o desejo de compartilhar experiências vitoriosas sobre como transformar um negócio praticamente falido em sucesso absoluto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *