seg/06/20

Como organizar estoque de mercadorias de forma eficiente

Saber como organizar estoque de mercadorias em sua empresa de forma eficiente é essencial para manter a sustentabilidade financeira do seu negócio. Você já deve ter ouvido falar ou até mesmo vivido na prática que estoque parado é dinheiro parado. Portanto, para combater essa realidade, é preciso dominar algumas técnicas práticas.

Independentemente do meio de controle que você decidir implementar em sua empresa, o processo organizacional precisa ser constantemente atualizado e bem definido. Seja por meio de um software incrível ou planilhas editáveis, o ideal é que você siga algumas ações à risca para que o seu investimento não vá pelo ralo.

Por isso, separamos neste artigo algumas dicas que ajudarão você a controlar seu estoque de maneira rápida e prestativa. Continue lendo e confira!

Defina regras padronizadas

Na gestão de estoque, a padronização anda de mãos dadas com a organização. Seguindo esse princípio, leve sempre em consideração que o espaço onde você estoca os seus produtos deve ser limpo e organizado. Crie padrões para definir o lugar de cada item de acordo com os requisitos de armazenamento. Umidade, temperatura e circulação de ar são exemplos  de pontos a serem observados de perto.

Compre de acordo com o histórico de movimentação

Planejar as suas compras é também extremamente importante para o fluxo de itens dentro do armazém. O reabastecimento não pode considerar somente o volume atual, mas também os históricos de movimentação. É a partir da análise dos critérios de sazonalidade que você saberá quais são os melhores momentos para comprar. Acompanhe os relatórios de demanda e oferta e busque investir no que é realmente necessário. Assim, suas mercadorias não ficaram paradas.

Estabeleça um volume mínimo e máximo para cada item

A quantidade de itens vai depender de cada caso, dos fornecedores, da procura, sazonalidades, entre outros pontos. A melhor forma de calcular o volume mínimo e máximo para cada produto é por meio da análise dos seguintes fatores:

  • o famoso giro de estoque (a velocidade da rotatividade);
  • o preço pago pelo produto;
  • o prazo de entrega do fornecedor;
  • a economia de escala em caso de pedidos de quantidades maiores;
  • o tempo entre o recebimento da mercadoria e a distribuição para seu cliente final.

Promova uma queima de estoque quando necessário

Principalmente no comércio, é muito comum que um produto não saia muito e acabe encalhando no estoque. Ese fato não é nada bom para o negócio, pois pode causar prejuízos significativos. Além da falta de retorno financeiro com o investimento, o espaço ocupado pelo item parado poderia ser ocupado por uma mercadoria com mais saída.

Nesse tipo de caso, nada de se apegar ao produto encalhado. O ideal é que você promova uma grande liquidação para queimar o estoque. Assim, você vai liberar o espaço para mercadorias mais rentáveis.

Use a tecnologia a seu favor

O mercado dispõe de variadas ferramentas tecnológicas que podem ajudar você a garantir  o controle desejado. Desde softwares de gestão empresarial até programas ou planilhas que ajudam na organização do estoque, é possível encontrar uma alternativa que caiba no seu bolso.

Mais do que anotações, com ajuda da tecnologia você poderá automatizar os seus processos e diminuir as chances de erros com falhas humanos, otimizando o tempo e assegurando segurança e praticidade

Agora que você já sabe como organizar estoque de mercadorias, visite nosso artigo para descobrir como lançar um novo produto com sucesso. Você poderá conferir mais dicas úteis que poderão revolucionar o seu empreendimento.

Facebook Comments

Sobre Osmar Lopes

Osmar Lopes
Osmar Lopes, atualmente CEO na empresa o Rei das Alianças, criou o blog O Sócio com o desejo de compartilhar experiências vitoriosas sobre como transformar um negócio praticamente falido em sucesso absoluto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *