qui/05/20

Fique atento: 4 erros que podem quebrar uma empresa

Nas últimas semanas, as cenas do filme “Bird Box” (Netflix) se repetiram em vários televisores. Pessoas em um barco à deriva, de olhos vendados, sem saber para onde estão remando ou sendo arrastadas. Infelizmente, essa é a realidade de muitos empreendedores que desprezam bons conselhos. Existem erros que podem quebrar uma empresa, de fato. E você precisa saber quais são.

Já ouviu falar de empresários que faliram da noite para o dia? Pois é. Esse conceito pode até se aplicar a acionistas e negócios que dependem exclusivamente de apostas. Porém, na maioria dos casos, uma empresa não vai ao chão por conta de um único erro, mas por uma série de deslizes que se acumulam.

No post de hoje, vou listar 4 problemas que arruinarão seu negócio aos poucos enquanto você não cortar o mal pela raiz. Acompanhe até o final e tire as vendas.

1. Ignorar um plano de negócios

Um dos passos fundamentais antes de abrir uma empresa é criar um plano de negócios. Empreendedores que pulam essa parte podem estar diante de um grave problema que levará à inconsistência na tomada de decisões.

O planejamento bem desenvolvido fará com que você conheça melhor o seu próprio negócio, fortalecendo as bases e definindo metas sobre até onde você quer chegar e como fará para alcançá-las.

Não sabe como fazer um? Uma boa dica é ir atrás do SEBRAE de sua cidade. Você pode pedir ajuda de consultores que ajudarão você nessa etapa.

2. Não ter controle financeiro

Um dos principais erros que podem quebrar uma empresa é o descontrole financeiro.  Sem os recursos necessários, o empreendimento não poderá ser mantido, não é mesmo?

Portanto, blinde essa área. Se a sua empresa é micro e você não pode contratar um profissional para tal, seja organizado. Você pode exercer esse controle em um documento online, por exemplo.

Contas a pagar e receber, capital de giro e despesas com salários exemplificam dados que devem ser controlados em planilhas ou softwares. Se desprezar o controle e interpretação dessas informações, você nunca saberá qual a real situação do negócio. Ah, e nada de misturar as finanças profissionais com as pessoais!

3. Preferir a mão de obra mais barata

Contratar alguém que aceite ganhar menos pode parecer tentador. No entanto, nem sempre vale a pena. Pensar que o valor do salário deve ser a único quesito a se considerar pode fazer com que você cometa alguns erros.

O que no princípio soa como economia pode gerar muito mais custos para o seu negócio. Retrabalho e investimentos em capacitação exemplificam isso. Perder eficiência nas operações por não utilizar mão de obra qualificada pode ser um tiro pelo culatra.

4. Pensar que sabe e pode tudo

Por fim, se você se identificou com o título desse tópico, é hora de mudar. Se acha que não é com você, analise a si mesmo mais de uma vez. Pensar que sabe e pode tudo é um atalho para a falência. Não queira cometer esse erro prejudicial.

É claro que você pode ser um especialista em diversas áreas, mas não é possível que você domine todas elas com perfeição. Com certeza existe algum profissional que pode ajudar em um ambiente que você não tem o melhor desempenho. Você pode saber de muita coisa, mas nunca conhecerá tudo. Saiba ser humilde e contratar pessoas competentes.

Se você se identificou com algum desses erros que podem quebrar uma empresa, está na hora de reavaliar a sua gestão. Que tal deixar um comentário mencionando algum outro sinal de que o empreendimento está indo por água abaixo? Comente logo abaixo.

Facebook Comments

Sobre Osmar Lopes

Osmar Lopes
Osmar Lopes, atualmente CEO na empresa o Rei das Alianças, criou o blog O Sócio com o desejo de compartilhar experiências vitoriosas sobre como transformar um negócio praticamente falido em sucesso absoluto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *